< voltar / back

como clube do desenho

Partindo da pratica do desenho vivo, o Como clube do Desenho tem como intenção manipular percepções e sensações. Em uma sequencia, nove performers formam um corpo coletivo que cortam a Bienal (obras, ambiente, publico e arquitetura) construindo a ilusão de que é possível lidar com territórios por demais demarcados - mesmo que pela transitoriedade de suas ações. A ideia é fornecer material de desenho ao publico enquanto os performers criam cenas instantâneas.

2014
1:30h
performance realizada a convite do Como Clube
31a Bienal de São Paulo/SP, Brasil
fotos: Matti Aikio
performers: Thelma Bonavita, Allysson Amaral, Ana Dupas, Caio César, Daniela Pinheiro, Eidglas Xavier, Gabi Vanzetta, Mavi Veloso, Valentina Desideri, Emilija Skarnulyte, Matti Aikio.

como clube's drawing club

Updating the practice of living drawing, the Como Clube do Desenho intends to manipulate perceptions and sensations. Nine performers develop a collective body that cross the Biennial (works, environment, public and architecture) by constructing the illusion that it is possible to deal with territories that are too demarcated - even if by the transitoriness of their actions. The idea is to provide drawing material to the public while performers create instant scenes

2014
1:30h
performance in partnership with Como Clube
31st Bienal of São Paulo / SP, Brazil
photos: Matti Aikio
performers: Thelma Bonavita, Allysson Amaral, Ana Dupas, Caio César, Daniela Pinheiro, Eidglas Xavier, Gabi Vanzetta, Mavi Veloso, Valentina Desideri, Emilija Skarnulyte, Matti Aikio.