< voltar / back

poema silenciado

O poema é um amontoado de pedras. Cada palavra foi escrita em uma pedra e recoberta por tecido. A costura é aparente e irregular.
Folhas datilografadas e empilhadas repetem o poema. Todos os parágrafos são recobertos por uma escrita de caneta que transforma a caligrafia em desenho, exceto o último parágrafo.
O número de folhas empilhadas corresponde ao número de tentativas em reproduzir o poema sem errar a datilografia.

2017
instalação
pedras, tecidos, linhas, papel
100 x 100 cm

muted poem

The poem is a huddle of stones. Each word was written on a stone and covered with cloth. The stitching is apparent and uneven.
Typed and stacked sheets repeat the poem. All paragraphs are covered by pen writing that transforms calligraphy into drawing, except the last paragraph.
The number of sheets corresponds to the number of attempts to replicate the poem without without typing errors.

2017
installation
stones, cloths, threads, paper
100 x 100 cm